Entenda a diferença de cosméticos veganos, naturais e orgânicos

coelho ilustrando cosméticos veganos
A preocupação com os animais aumentou a produção de cosméticos veganos

Cada vez mais a responsabilidade social se tornou importante no mundo da beleza. Os cosméticos veganos, naturais e orgânicos são uma prova disso. Mas você sabe o que cada um significa?

Durante muito tempo, a preocupação com os insumos de cada produto não era reduzida. Entretanto, o nível de consciência aumentou bastante. E as marcas estão tentando se adequar.

E é sobre o que cada uma dessas descrições significa que vamos falar agora. Confira a seguir! 

Saiba o que são considerados cosméticos veganos

maquiagem feita de carne
Substâncias de origem animal estão presentes em muitos produtos

Você já comprou cílios postiços? Lembra de que material eram feitos? Pois é, não é raro que sejam feitos de mink. Para quem não conhece, mink são animais com pelo sedoso. Dessa forma, esse é um produto com origem animal. Os cosméticos veganos, entretanto, são baseados sempre em insumos de origem não animal.

Considere, por exemplo, os géis que utilizam o tutano de animais. Ainda que não sejam, em tese, cruéis em sua retirada, continuam tendo bichos como origem. É por isso que foi criada uma categoria dedicada às fórmulas que não fazem esse tipo de uso. E que tenham como comprovar que seus parceiros também não o fazem.

Entenda a diferença entre os cosméticos naturais e orgânicos

cosméticos orgânicos são diferentes de cosméticos veganos
Os cosméticos orgânicos e naturais seguem regras diferentes

Sabe aquela cor de batom maravilhosa? Ou aquela base que tem cobertura perfeita? É possível que tenham sido feitas com corantes artificiais em sua fórmula. Os cosméticos naturais, entretanto, não fazem uso desse tipo de insumo. Existe uma certificação que proíbe esse e outros itens para serem orgânicos. Dentre eles estão:

  • fragrâncias sintéticas;
  • amônia;
  • silicone;
  • derivados de petróleo;
  • dietanolamidas;
  • silicone. 

Além disso, entram nessa lista componentes geneticamente modificados. E ainda materiais que tenham sido resultado de crueldade animal.

Enquanto isso, os cosméticos orgânicos entram em uma categoria mais específica. Para receber esse rótulo, não basta serem produzidos de forma natural. A exigência é que tenha sido produzido com pelo menos 95% de itens produzidos organicamente. [

É importante ter em mente que os cosméticos artesanais nem sempre entram nessa lista. Mesmo sabonetes feitos em casa, por exemplo, podem exigir a utilização de silicone, por exemplo. Assim, sempre fique de olho no rótulo. Quanto antes estiverem listados na composição, maior é a presença do componente. 

Descubra como escolher o melhor tipo de cosmético

mulher usando cosmético vegano
Leve suas convicções em consideração ao escolher seus produtos

O que é mais importante para você? Qual é a sua prioridade ao usar um produto de beleza? Evitar alergias? Proteger os animais? Utilizar apenas materiais que não sejam artificiais?

Antes de optar por cosméticos veganos, naturais ou orgânicos, você precisa responder a essas questões. Atualmente, o destaque fica por conta dos cruelty free, produtos livres de crueldade animal. Entretanto, há muitas opções no mercado que prometem usar insumos animais de forma respeitosa. Dessa forma, é importante sempre pesquisar marcas e sua conduta antes de tomar a decisão.

Em resumo, a diferença entre os cosméticos veganos, orgânicos e naturais está em sua formulação. Há regras que precisam ser seguidas para ganhar a classificação adequada.

E se você está procurando boas marcas aqui no Brasil, aproveite para ler nossa lista com as Melhores marcas de maquiagem veganas vendidas no país e faça sua escolha! 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*